Declaração IRPF 2022: saiba tudo aqui!

Posts
Recentes
declaração IRPF

Declaração IRPF 2022: saiba tudo aqui!

A Declaração IRPF já foi liberada, mas a Receita Federal antecipou o seu prazo. Conhecer as principais características do procedimento é essencial, principalmente para descobrir todas as informações necessárias. 

A partir do dia 14 de março de 2022, os contribuintes já podem realizar a declaração do Imposto de Renda. Para que o preenchimento seja realizado, é necessário usar como base a chamada “declaração pré-preenchida”.

Esta declaração pré-preenchida deve ser utilizada por todos os contribuintes do Imposto de Renda. Enfim, quer conhecer todos os detalhes da Declaração IRPF? Continue a leitura e descubra mais informações!

Precisa de um dinheiro extra? Saiba mais sobre empréstimo consignado e antecipação do saque aniversário no Na Sua Conta!

O que é Imposto de Renda?

Antes de saber como realizar a Declaração IRPF, é necessário saber o que é Imposto de Renda. A princípio, trata-se do tributo mais famoso em território brasileiro. Provavelmente você já ouviu falar sobre ou tem que lidar com ele. 

Trata-se de um Tributo Federal, como o próprio nome sugere, sobre a renda dos brasileiros. Isso significa que o Imposto de Renda é aquilo que o contribuinte ganha. Ele também acompanha o avanço patrimonial. 

Para que esse acompanhamento seja realizado, o Governo Federal solicita aos trabalhadores e empresas responsáveis informações sobre os ganhos anuais dos profissionais. 

Ao decorrer do ano, os brasileiros ganham e gastam dinheiro. Enfim, de maneira geral, o Imposto de Renda é tributado a partir do momento do recebimento. E, assim que o pagamento é realizado, uma avaliação é feita para descobrir se o valor cobrado é realmente o suficiente, de acordo com os ganhos. 

Quais são as novidades da declaração IRPF 2022?

Anualmente, novos termos e condições são incorporadas ao processo da declaração do Imposto de Renda. O motivo dessas mudanças acontecer é aumentar a facilidade e praticidade do preenchimento. Veja quais modificações são previstas ainda esse ano.

1. A Declaração é pré-preenchida

Antes da mudança acontecer, os contribuintes tinham acesso a declaração pré-preenchida pelo e-CAC. Entretanto, a partir desse ano, os contribuintes têm acesso à mesma plataforma para realizar o preenchimento. 

Para que a nova contribuição seja preenchida, os contribuintes podem usar os dados referentes à Declaração de Ajuste Anual. Este documento possui as seguintes informações: rendimento, pagamento, ônus reais e dívidas.

A autenticação poderá ser feita através da plataforma gov.br, desde que a conta esteja no nível Ouro ou Prata. O procedimento também pode ser feito através de um representante com procuração. 

2. A restituição será via PIX

Entre as principais mudanças da declaração IRPF, destaca-se a restituição, que será feita através do PIX. Vale ressaltar que não serão aceitas chaves PIX que não sejam o CPF do titular. 

Além disso, mesmo que o contribuinte informe o número de CPF como forma de pagamento via PIX, isso não significa que o processo de pagamento será rápido. Afinal, o calendário será seguido normalmente. 

3. Ficha Bens e Direitos serão simplificados

Os códigos referentes a Ficha Bens e Direitos passaram por algumas alterações nas tabelas: a exclusão de 9 e a criação de 13 novos códigos. Essa mudança traz diversos benefícios, principalmente referentes ao preenchimento dos bens. 

Além disso, agora é mais fácil declarar os bens, levando em consideração os seguintes pontos: o RENAVAM é obrigatório para os automóveis; o alerta de ausência para as embarcações e aeronaves; e o número de registro no CEI/CNO. 

Qual é o prazo para enviar a declaração IRPF?

Ao levar em consideração o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda em 2021, é possível ter uma base de quando isso acontecerá em 2022. Neste caso, ele vai do dia 7 de março até as 23h59 do dia 29 de abril. É importante levar em consideração o horário de Brasília. 

Essa é uma das grandes mudanças da declaração do Imposto de Renda, principalmente quando comparada em 2021, quando o prazo foi ampliado até o mês de maio. Lembre-se de não deixar para declarar no último momento. 

A maioria dos contribuintes costumam realizar este procedimento, mas ele não é indicado. Afinal, além da indisponibilidade do sistema na hora da conclusão do preenchimento, as pessoas que declaram primeiro têm alguns direitos. 

Entre os principais benefícios dos declarantes, destaca-se o pagamento da restituição, que começa no mês de maio. Lembre-se de levar isso em consideração quando estiver realizando o preenchimento da declaração. 

Por que o imposto de renda é cobrado?

Em linhas gerais, a explicação para a existência do Imposto de Renda é somente de cunho social. O principal objetivo da declaração diz respeito à população com grandes rendimentos contribuírem a mais com o Governo. 

Enfim, quando o dinheiro é recolhido, ele é usado para melhorar a qualidade de vida geral da população. 

De acordo com o Ministério da Fazenda, parte dos impostos pagos é destinada para a área da saúde, outra para a educação e, também, para os programas de transferência de renda, como o “Fome Zero”. 

O que é Imposto de Renda?